Menu

Rádio Maranata Gospel.
A rádio que ilumina a sua alma.
Erechim - RS - Brasil.

A REDE DO EVANGELHO20 DE AGOSTO 2017

22 AGO 2017
22 de Agosto de 2017

O reino dos Céus é ainda semelhante a uma rede que, lançada ao mar, recolhe peixes de toda espécie. Mateus 13:47.

O reino dos Céus é ainda semelhante a uma rede que, lançada ao mar, recolhe peixes de toda espécie. E, quando já está cheia, os pescadores arrastam-na para a praia e, assentados, escolhem os bons para os cestos e os ruins deitam fora. Assim será na consumação dos séculos: sairão os anjos, e separarão os maus dentre os justos, e os lançarão na fornalha acesa; ali haverá pranto e ranger de dentes” (Mt 13:47-50). O lançar da rede é a pregação do evangelho. Esse ato congrega na igreja bons e maus. Quando terminar a missão do evangelho, o juízo efetuará a obra de separação. Cristo viu que a existência de falsos irmãos na igreja motivaria que se falasse mal do caminho da verdade. O mundo difamaria o evangelho por causa da vida incoerente de falsos crentes. Mesmo os cristãos seriam induzidos a tropeçar, ao verem que muitos que levavam o nome de Cristo não eram governados pelo Seu Espírito. Havendo pecadores assim na igreja, as pessoas estariam em perigo de pensar que Deus lhes desculparia os pecados. Por isso, Cristo ergueu o véu do futuro e ordenou a todos que notassem que o caráter, e não a posição, é que decide o destino da humanidade. Tanto a parábola do joio como a da rede claramente ensinam que não haverá um tempo em que todos os ímpios se converterão a Deus. O trigo e o joio crescem juntos até a ceifa. Os peixes bons e os ruins são puxados juntos para a margem, para uma separação final. Essas parábolas ensinam que depois do juízo não haverá graça. Quando findar a obra do evangelho, imediatamente a separação de bons e maus será feita, e o destino de cada classe será fixado para sempre. Deus não deseja a destruição de ninguém. “Tão certo como Eu vivo, diz o Senhor Deus, não tenho prazer na morte do perverso, mas em que o perverso se converta do seu caminho e viva. Convertei-vos, convertei-vos dos vossos maus caminhos; pois por que haveis de morrer?” (Ez 33:11). Durante todo o período da graça, Seu Espírito insta com as pessoas para que aceitem o dom da vida. Somente os que Lhe rejeitam a intercessão serão deixados a perecer. Deus declarou que o pecado precisa ser destruído como um mal nocivo ao universo. Os que se atêm ao pecado vão perecer na destruição do mesmo (Parábolas de Jesus, p. 122, 123).

Voltar


Tenha você também a sua rádio